recadosdoaarao



Igreja
Voltar




06/10/2022
O plano de uma seita
Eu vi que muitos padres permitiam-se ser recolhidos com ideias que eram perigosas para a Igreja. Eles estavam construindo uma grande, estranha e extravagante igreja. Tudo estava para ser nela admitido, no intuito de estar unido e ter iguais direitos: evangélicos católicos, seitas de toda descrição. Aquilo era para ser a nova Igreja”. A falsa igreja está cheia de orgulho e de presunção, e com isso destrói e conduz ao mal, com toda sorte de boas aparências. O seu perigo maior está em sua inocência aparente. ( Ana Catharina Emmerich - AA. 11.89).


A Igreja de Pedro será sacudida pelo plano de uma seita!

Depois de ver ditos cardeais católicos entronizando uma deusa de pau patchamama no Vaticano, de ver bispos ditos católicos ajoelhados diante de oferendas aos deuses incas, depois de ver mães de santo dançando diante do altar, e depois de ver ontem uma longa procissão de entrada numa Santa Missa, carregando mercadorias em montes para os “pobres”, e depois de ver muitos outros escândalos gravíssimos de ditos sacerdotes católicos e de não suportar mais eu resolvi mais uma vez escrever, mesmo que isso atinja apenas os bons de sempre.

Mas que os bons se puderem divulguem ao máximo o que vou aqui dizer. A Santa Igreja corre um grande perigo, sob um aparente pacto de maravilhas. Maus haverá sempre para contestar porque estão cegos, pois bem disse Isaías 6, 10: Obceca o coração deste povo, ensurdece-lhe os ouvidos, fecha-lhe os olhos, de modo que não veja nada com seus olhos, não ouça com seus ouvidos, nem compreenda nada com seu espírito. E não se cure de novo. Estamos vivendo sob o império da mentira e poucos acordam para o perigo. Raros bispos e sacerdotes.

Porém a hora do contra ataque chega. Já que o clero em grande parte morreu espiritualmente e é cão mundo de Isaías (55-56), ou é conivente com a desgraça e a promove resolvi reagir. Meu alvo é a falsa igreja sinodal que está se alastrando como peste diabólica e se instalando como um cancro dentro da verdadeira e Santa Igreja Católica de Jesus, com todo o seu cinismo ecumênico, seus falsos pobres, sua liberdade fraternidade e solidariedade e com toda aceitação da agenda da cabala do anticristo.  Ou seja: aborto, gênero, homossexualismo, adultério e sexo livre.

Dizem que os sonhos enganam muita gente, porém nem todos, e a Bíblia nos comprova isso em diferentes passagens. Vou começar pelo fim, descrevendo um sonho bem antigo que tive e que mostra a falsa missa sinodal, para onde satanás está encaminhando, passo a passo como a sua “igreja” com seu falso Pedro usando astutamente do nome da Santa Igreja. Tudo vai de vento a favor. O que vi?

Eu estava indo para a Missa normal, de carro, e quando cheguei ao pátio tive muita dificuldade de estacionar, porque havia muitos carrões por ali. A primeira coisa que estranhei foi que não se entrava pela porta da frente e sim pelas laterais. Dentro da nave enorme já havia uma multidão e neste momento eu me vi bem em frente e já vestindo meu jaleco de Ministro da Comunhão e fiquei observando o ambiente. Tudo tinha mudado. Não havia mais altar e sim apenas um ambão lateral onde uma mulher fazia as leituras, e no centro um sacerdote com as vestes de celebração, por sinal muito ricas estava calado.

Bem em frente do sacerdote havia um espaço de uns 4 x 4 metros com assoalho de grandes pedras pontiagudas, e bancos de pedra fria onde estavam sentados alguns velhinhos, muito irados por sinal com aquilo que estava acontecendo. O assoalho era de calhaus para que não pudessem se ajoelhar, e significava os poucos católicos que restavam já velhos, mas ainda verdadeiros. O tal sacerdote os fitava muito irado, dando a entender que não gostava da presença deles ali.

Logo atrás destes havia uma série de bancos normais das igrejas todos lotados de pessoas. Mas havia dois espaços laterais, bem largos e sem bancos, onde centenas de pessoas, de ambos os lados, que em pé conversavam animadamente em rodinhas, não dando ouvidos ao que se lia. Estavam trajados como na tradição, muçulmanos, budistas, judeus e outros que não sei definir.

Além de não haver altar, também não tinha tabernáculo, e em seu lugar estava um forninho de ferro, bem no centro e embutido na parede, que era para aquecer os alimentos. De fato, na lateral onde eu me achava, havia dois displays um para os frios e outro para os doces e ambos estavam cheios do mais variado tipo de comida. Num momento a cena se modificou, e o padre veio para mim com uma bandeja cheia de quitutes e me mandou distribuir.

Eu disse a ele: mas isso não é Missa! Não teve consagração! Ele ficou irado, me entregou a bandeja e disse: vai distribuir isso daqui. E eu fui! Primeiro nas rodinhas, tinha muita gente de costas para o altar, e ouvia as damas bem vestidas dizer, ui disso eu não gosto, leve daqui. Fui até nos fundos e a bandeja ainda estava cheia. Vi que uma ministra, do outro lado também chegou ao fim, e havia uma multidão de crianças pobres e famintas no vazio final dos bancos. Eu distribuí tudo entre eles, e quando o último pedaço tinha desaparecido o sonho se esvaiu.

Não preciso dizer mais nada, tudo se torna evidente, na medida em que primeiro trazem doces para se confraternizar no fim da Missa, tudo parece muito bonito e inocente, mas como vi ontem, já carregam os quitutes para dentro da Igreja, sinal de que vão devagar, sorrateiros e diabolicamente instruídos sem perceber que isso leva à abominação predita por Daniel, tudo, pois se cumpre. É por isso que hoje tanto se insiste em “ceia” em lugar de Santo Sacrifício da Santa Missa. O aspecto de mera ceia de despedida é doutrina protestante, jamais católica.

Mas para não dizerem que isso é coisa da minha cabeça, passo agora novamente a transcrever as visões da grande mística Católica Anna Catharina Emmerich. Peço que leiam com toda atenção e comparem. As profecias dela estão em itálico... Ela se irá referir a toda a Igreja, eu acima apenas descrevi a celebração maligna e sinodal.

De fato, Deus tem seus profetas, que são os seus olhos atentos. Sem dúvida uma das grandes, talvez a maior mística da Igreja em todos os tempos foi a Beata Ana Catharina Emmerich (1774 -1824) da Alemanha. Ela sofria os estigmas da Paixão de Nosso Senhor, e é uma das maiores santas do Céu. Ela tem sido combatida pelos infernos, com sanhas e fúrias, como nenhuma outra, porque as revelações que ela trouxe ao mundo se tivessem sido levadas a sério pelo clero morno, surdo cego e mal formado, poderiam ter mudado o curso da Igreja e até da história humana.  Durante quase 200 anos eles conseguiram evitar que ela fosse canonizada.

Consta que o Papa João Paulo II, ao entender que não poderia mais dominar os inimigos que haviam tomado quase todas as rédeas da Igreja, tratou de beatificar esta grande mulher, porque acreditava piamente nas revelações dela – até porque são óbvias – e passou estas instruções ao então Cardeal Ratzinguer alertando que ele seria o próximo Papa e que passaria pelo último Calvário da Igreja.

Bento XVI sabia então antecipadamente do que lhe iria acontecer e quem iria enfrentar. Entre estas revelações muitas se referem ao Calvário que a Igreja  teria que passar rumo a sua purificação final. Os trechos entre parêntesis são comentários nossos. Penso que isso resume quase todo o livro! Assim ela viu e descreveu e assim está acontecendo HOJE, com a mais absoluta precisão:

Vi uma forte oposição entre dois papas e vi quão funestas serão as consequências da falsa igreja. Vi que a Igreja de Pedro será sacudida pelo plano de uma seita (maçonaria). Quando estiver próximo o reino do Anticristo, aparecerá uma religião falsa que estará contra a unidade de Deus e de sua Igreja. Isto causará um cisma maior do que qualquer outro já havido no mundo. (Portanto, ela previu que haveria dois papas ao mesmo tempo e inimigos).

Li algures que o Papa João Paulo II conhecedor do Terceiro Segredo de Fátima, tal como Bento XVI, sabiam que ele trata entre outras coisas, também de um mau Concílio e de um mau papa, portando, de dois papas ao mesmo tempo, um verdadeiro e um falso, o então Bento XVI sabia o que iria enfrentar. Por isso é que ele ao assumir o Trono de Pedro, pediu ao mundo católico que rezasse, para ele não fugisse dos lobos. Ana segue...

Eles queriam tirar o Pastor do lugar que lhe era próprio. Queriam impor outro que deixasse tudo nas mãos dos inimigos. Então, tomada pela cólera ela elevou seu punho no ar dizendo: alemães traidores! (À frente deste malsinado sinodalismo estão os bispos alemães) Escutai! Não o conseguireis! O pastor verdadeiro está agora guardado num jardim florido. (Perceberam o que ocorre com Bento XVI, ainda no Vaticano) E vocês sacerdotes, que não se movem! Dormis enquanto a Igreja arde por todos os lados e não fazeis nada. Ó como chorareis por causa deste dia. (AA.III.184) (Fizeram isso com Bento XVI, é ele o obstáculo citado na profecia, que foi afastado e está agora no jardim, apenas aguardando seu retorno. Zacarias também previu isso).

          Vi na continuação que eles introduziram um Bispo do modo como desejavam: ele era um intruso, conduzido contra a vontade do Papa, e não possuía legitimamente a autoridade espiritual. (AA.III.128) (Padres: É exatamente isso o que está agora acontecendo agora, somente um cego ou obstinado no mal não percebe). E vou provar!

          Ana também previu "a mudança de residência e a clausura do que hoje acontece com o Papa emérito”. Eis suas palavras: "Eu vejo o Santo Padre em grande angústia. Ele mora em um prédio diferente do que a do primeiro e admite que ha apenas um número limitado de amigos próximos a ele. Temo que o Santo Padre sofrerá muito mais provas antes de morrer. Vejo que a falsa igreja das trevas está a fazer progressos, e vejo a enorme influência que tem sobre as pessoas. (Isso em 10 de agosto 1820)". Precisa clareza maior?

           Vi, porque creio, que o seguiam quase todos os bispos do mundo, e só  restava um pequeno grupo ainda perfeitamente são. (AA.III.136) (Vejam como isso bate com a situação atual: raríssimos bispos e padres percebem e se levantam contra, na verdade apenas uns três de grande expressão mundial: Burke, Athanasius e Viganó que são perseguidos e até ameaçados de morte. Deu para perceber a imensidão do desastre?).

Vi a Igreja de São Pedro e a uma grande multidão de homens afanados em destruí-la, enquanto outros trabalhavam para restaurá-la... Vi também que na Alemanha certos eclesiásticos mundanos e protestantes iluminados, manifestando desejos de formar um plano de fusão de todas as confissões religiosas, e também a supressão da autoridade papal, (AA.III.179)... (Não pode haver precisão maior em uma profecia, se confrontada ao que está acontecendo hoje neste falso ecumenismo. Os maus bispos da Alemanha ainda não introduziram a missa protestante e ecumênica, e seu maldito sinodalismo, apenas porque sabem que correm o risco de criar uma nova igreja e não têm certeza de que Mario os seguraria, quando de fato os promove e apoia).

A Igreja era de cor sangrenta como o vestido do Arcanjo. Ouvi que me diziam: “Terás um batismo de sangue”. Quanto mais se prolongava o combate, mais se apagava a viva cor vermelho da Igreja e se voltava mais transparente. O Arcanjo desceu e se acercou aos alvos. Vi-o adiante de todos. Estes cobraram grande valor, sem saber de onde lhes vinha. (As profecias avisam que correu muito dinheiro por trás da compra destes cardeais, pela maçonaria. Eles infiltraram na igreja e pagaram as custas de mais de mil seminaristas já idosos e comunistas que deveriam galgar postos de comando e destruir a Igreja a partir do seu interior). Anna continua!

 Vi construir uma igreja curiosa, falsa e perversa... Não vi nenhum anjo presente na construção; mas estava a espécie mais ardente e curiosa de múltiplos espíritos imundos, destes que pesteiam os ares, que transportavam toda classe de objetos e depositavam debaixo daquele teto. Nada vinha do Céu naquela igreja; tudo provinha da terra e da escuridão, e os espíritos imundos o traziam e preparavam tudo. O quadro que vi era grandioso e perverso.

 Trata-se dos demônios que regem as seitas, religiões e credos, os quais o Vaticano deseja ver unidas num só caldeirão ecumênico, com seus deuses e erros ai inclusos os judeus, budistas e maometanos, até candomblé e exu como já se vê. Ou seja> a Santa Igreja se despe da verdade e aceita como divinas as orientações religiosas de outras denominações, seitas e credos. Cada um pode fabricar o deus que quiser. O sinodalismo significa isso: a ruptura da unidade sob Pedro, onde cada bispo ou sacerdote pode inventar livremente o deus que deseja seguir.

Vi também, bem mais longe e por trás daquele assento ou trono, um povo feroz armado de picaretas, e um rosto feio que sorria e dizia: “fabrica do modo mais sólido que puderes; nós a destruiremos(China comunista). Penetrei ademais numa sala grande daquela cidade onde se celebrava uma cerimônia odiosa, uma horrível e falsa comédia. Tudo estava pintado de negro. (Missa negra celebrada no Vaticano, na capela da Casa Santa Marta)

 Vi a Igreja inteiramente abandonada por completo e só. Parecia que fugissem dela. Tudo é contenda em torno dela, pois de todos os lados vejo grandes misérias, ódio, traição e engano, inquietude, falta de auxílio e cegueira absoluta. De um lugar escuro vejo saírem mensageiros anunciando por toda parte más novas, que causam amargura nos corações daqueles que as ouvem e acendem neles a cólera e o ódio. (Nossos pastores estão quase todos cegos).

Vi os novos mártires, não de agora, senão de tempos futuros. Vejo sua aflição e vejo que se precipitam os fatos. Vi as sociedades secretas trabalhar e combater cada vez com maior intensidade para destruir a grande Igreja; e vi entre esta gente um horrível animal, saído do mar (Ap 13).  Quando a ciência se divorciou da fé, surgiu esta igreja sem Salvador, sem crença; esta comunhão de santos sem fé; esta anti-igreja, cujo centro é a maldade, o erro, a mentira, a hipocrisia, a fraqueza e a astúcia. Nasceu assim uma excrescência, uma comunidade fora do Corpo de Jesus Cristo, ou seja, fora da Igreja Católica; uma igreja falsa sem Salvador, cujo mistério é não ter mistério algum. (Apocalipse 13, 1: Vi então uma besta que subia do mar... Mar dos homens)

Diferente em cada lugar, temporal, infinita, cortesã, egoísta, danosa e que apesar das obras boas que aparenta, conduz finalmente ao abismo da miséria, pois representa de fato o maior perigo em sua aparente inocuidade. Em toda parte fazem e desejam coisas diferentes; em muitas fazem discretamente; em outras preparam ruínas sem que sejam conhecidos, senão de poucos, seus malvados planos...

Era uma falsa igreja das trevas. Os erros da ortodoxia e do protestantismo serão adotados por esta falsa igreja. Ela será uma falsa igreja ecumênica porque o antipapa será reconhecido pelo mundo, não pelos fiéis, e sim pelo mundo secular, e pelos governos seculares. (Tudo em Mário argentino parece bonito, humilde, santo, mas nisso está o maior perigo).

          Vi que tudo o que diz respeito ao protestantismo tomava cada vez mais o poder, e a religião verdadeira cair em decadência completa.  (AA.III.137) (Na base da rebelião estão realmente os bispos alemães, que cumprem o desejo da besta de eliminar o papado. Eles usarão do protestantismo para executar uma reforma que agradará a maioria dos católicos incautos porque parece ser boa coisa, quando significa a ruína, porque isso não será uma reforma para o bem, mas exatamente para a sua demolição.

             Eis o grande risco: infelizmente, milhares de sacerdotes ignorantes loucos por novidades, acham mesmo que está certo, pois aprenderam – erradamente – assim. O Vaticano tem rastejado vilmente diante dos protestantes, chegando a loucura de dizer que as duas igrejas são iguais, apenas aplicam linguagem diferente além de erigir e cultuar uma estátua do heresiarca Martinho Lutero no Vaticano). Anna continua...

         Vi neste plano, mesmo em Roma, seus promotores entre os prelados (AA.III.179) Eles construíam uma grande igreja, mas estranha e extravagante, onde todos seriam obrigados a entrar nela, onde teriam todos os mesmos direitos, protestantes, católicos, seitas de todo tipo: o que deveria ser uma verdadeira comunhão de profanos, onde não havia mais um Pastor nem um rebanho. Tinha que ter também um papa, porém ele não seria mais do que um simples assalariado. Tudo estava preparado de antemão e muitas coisas estavam sendo feitas, porém no lugar do altar não havia nada mais que a abominação da desolação. (AA.III.188) (Eis o falso ecumenismo atual e a falsa missa que ainda virá por eles).

 “Quando eu vi a Igreja de São Pedro em ruínas, e a maneira pela qual tantos do clero estavam em si mesmos ocupados nesse trabalho de destruição – nenhum deles desejando fazê-lo abertamente em frente de outros... Mas Ela se elevaria novamente; mesmo se permanecesse apenas um católico, a Igreja conquistaria novamente, porque Ela não cessa em conselhos humanos e inteligência. Também me foi mostrado que não havia quase cristãos deixados na velha aceitação da palavra”.  (Tradição, Doutrina, Catecismo, Bíblia, tudo está sendo falsificado e adulterado, em nome de uma criminosa “reforma”).

 “Naqueles dias a fé cairá em níveis muito baixos; e será preservada em alguns locais apenas, em algumas poucas casas de lavradores e em algumas poucas famílias que Deus protegeu dos desastres e guerras”. (A Sagrada Eucaristia resistirá, sendo celebrada às escondidas e guardada nas casas de famílias que permanecerem fiéis, porque sempre haverá sacerdotes santos que continuarão celebrando validamente. Deus salvará a aqueles que estiverem próximos da Eucaristia).

Eu vi que muitos padres permitiam-se ser recolhidos com ideias que eram perigosas para a Igreja. Eles estavam construindo uma grande, estranha e extravagante igreja. Tudo estava para ser nela admitido, no intuito de estar unido e ter iguais direitos: evangélicos católicos, seitas de toda descrição. Aquilo era para ser a nova Igreja”.  A falsa igreja está cheia de orgulho e de presunção, e com isso destrói e conduz ao mal, com toda sorte de boas aparências. O seu perigo maior está em sua inocência aparente. (AA. 11.89). (Milhões de católicos cegados pela besta acham que o Vaticano está reformando a igreja para o bem quando a está criando uma falsa igreja, preparando-a para o demônio anticristo).

A Igreja está em grande perigo... Eu vejo que nesse lugar (Vaticano), a Igreja está sendo tão habilmente minada que dificilmente permanecerão uns cem padres que não tenham sido enganados. Eles todos trabalham pela destruição até do clero. A grande devastação está próxima. “Eu escutei que Lúcifer será liberto novamente por uns cinquenta ou sessenta anos antes do ano 2000”. (Lúcifer fez isso desde o Concílio Vaticano II, conforme previra  São João Bosco cem anos antes, a partir do qual começaria a destruição da Igreja. Também no falso sínodo, não chegou a cem padres os que não se deixaram enganar).

 “Vi o Santo Padre (Bento XVI) numa Grande Tribulação e uma grande angústia afetava a Igreja. Vi que ele estava rodeado de muitos traidores” (AA II 414) Penso que não precisa dizer mais nada para identificar aqui o que acontece com o grande Papa Bento XVI. E quando ela fala em Santo Padre, se refere a Sua Santidade o ainda Papa Bento XVI.

Por fim vi todos que estavam separados da Igreja, embrutecidos e enfurecidos, em descrença, superstição, heresia, orgulho e falsa filosofia mundana, unidos em grandes exércitos, atacando e devastando a Igreja e no meio deles, a serpente, instigando e estrangulando-os... Esta horrorosa visão era tão terrível e hedionda, que meu Esposo celeste me apareceu e, colocando a mão misericordiosa sobre o meu peito, disse: “Ninguém viu isto ainda e o teu coração se despedaçaria de dor, se Eu não o sustentasse”. (Tremo só de pensar, no castigo que aguarda estes loucos em seus delírios teológicos e sua revolução modernista).

Sintetizando, o que vemos hoje conforme o previsto pelos nossos santos? Esta em curso um herético irenismo ecumênico e pacifista que deseja estar de bem com todos os credos, mas no erro deles! Rios mil os partam! Esta diabólica tentativa de união de todos os credos, que criou além do irenismo, também gerou a heresia dos Americanistas que defendiam o diálogo irênico e ecumênico com os hereges e promoveram o Congresso das religiões de Chicago, em 1894. O ecumenismo irenista dos americanistas foi condenado por Leão XIII na encíclica Testem Benevolentiae. E sabemos que diversos padres americanistas hoje estão no inferno! Trata-se, pois de algo condenável, porque qualquer união de credos, de cunho religioso no erro deles só interessa aos demônios.

Que mais temos? Está em curso um imigracionismo entreguista e irracional movido por uma solidariedade falsa, um novo humanismo errôneo que em nome da dignidade do homem o eleva acima de Deus, uma fraternidade falsa de cunho maçônico com seus objetivos maléficos, e tudo sob uma toada comunista de ecologia, ideologia de gênero, controle da natalidade, defesa da sodomia, do casamento homossexual e tudo isso no bojo de um diabólico conceito de que a Verdade não é imutável, e que deve se adaptar aos homens de cada tempo. É isso que move o atual Vaticano. Para eles o pecado não existe, mas são “formas imperfeitas de bem”. Percebeu amigo leitor?

Imagino que, depois de ter lido isso tudo e meditado profundamente, ninguém mais poderá alegar que são loucos estes profetas, e verá que louco mesmo é quem nega tantas evidências. Notem que se trata de um processo ainda em curso, nem tudo se cumpriu, e como parte já se cumpriu até aqui, também o resto se cumprirá, porque a imensa maioria do mundo católico está absolutamente cega, surda e muda, narcotizada pela baba venenosa de satanás e pelo fumo que ele expele.

Somente Deus poderá acordar este povo, que caminha para o abismo. O Grande Aviso chega e antes dele o Aviso aos sacerdotes. Felizmente Deus está no controle de tudo, Ele apenas aguarda a nossa resposta. Aproveitemos então o pouco tempo que nos resta, para nossa conversão. Como São Pedro nos pede!

Porém, sem medo porque isso não vem de Deus! Jamais o pânico, que este vem do diabo. A Igreja Católica Apostólica Romana, jamais será destruída. Digo isso, porque diante das revelações desta Santa, alguns podem entrar em desespero, mas sempre devemos ter em conta de que Deus está no comando de tudo. Se estas coisas acontecem é porque Ele assim o permite, e embora não pareça é para o nosso bem. Nossa vitória final!

Quando leio na Escritura sobre a destruição do império de Satanás, pelo sopro do Espírito Santo tenho a certeza de que podemos confiar numa tremenda reviravolta ao nosso favor. Isso já está acontecendo, porque algumas nações estão se levantando contra o império do mal, como Brasil entre outros, e isso obrigará estes nefastos agentes de satanás agilizarem os seus planos, e é onde Deus os enredará nas próprias malhas.

São Paulo nos falava que o “mistério da iniquidade estava em ação” já naquele tempo, esperando apenas que fosse afastado um obstáculo um Papa? – que detinha a rebelião, para dar curso ao embate final, da Igreja de Cristo, contra a anti-igreja, da Luz Divina contra as trevas da iniquidade, do Bem contra o mal. Está em II Tim, 4, 3-4 "Porque virá tempo em que os homens já não suportarão a sã doutrina da salvação. Levados pelas próprias paixões e pelo prurido de escutar novidades, ajustarão mestres para si. "Apartarão os ouvidos da verdade e se atirarão às fábulas".

Enfim o inferno arma se bote e o inverno se abate sobre a Igreja. No início desta farsa da pandemia, eu disse para nosso Pároco: as tuas andorinhas irão embora e não voltarão mais. Missa em casa pela rádio é mais fácil, pra que ir ver o padre que é um pecador qualquer? Dito e feito, nossa igreja, que deveria na matriz ter pelo menos 700 pessoas, no sábado e no Domingo, hoje nunca chega a preencher 1/5 dos bancos. Além disso, milhares de maus católicos vão comungar em pecado grave, cometendo sacrilégio. Basta que tenham votado num abortista.

Deus irá agir em breve e a verdade será restabelecida. Mas ai do clero que se cala diante deste descalabro, mais ainda para quem livremente o promove. Não sei se diante de Jesus eles poderão optar pela vara de marmelo ou pelo chicote de cordas, mas com certeza não escaparão dos açoites. A Igreja Santa reviverá! Bento vencerá! Louvemos ao nosso Deus porque em breve Ele virá em socorro dos verdadeiros católicos. E Ele afundará no báratro  este sinodalismo da falsa igreja e não demora. Não temamos queridos amigos. Quem como Deus e Deus acima de todos! (Aarão)

 

 


Artigo Visto: 1573

ATENÇÃO! Todos os artigos deste site são de livre cópia e divulgação desde que sempre sejam citados a fonte www.recadosdoaarao.com.br


Total Visitas Únicas: 4.187.979
Visitas Únicas Hoje: 98
Usuários Online: 47